26 abril 2017

Resenha - O Sol Também é uma Estrela - Nicola Yoon

Titulo: O Sol Também é uma Estrela
Autor: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 288
Classificação: 3/5

Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. 

Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.

Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. 
Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.

O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

Natasha e Daniel são duas pessoas completamente diferentes mas ao mesmo tempo são parecidos em muitas coisas. E por obra do destino os dois acabaram se esbarrando e a amizade deles foi imediata,daquele tipo de amizade que só acontece no cinema,mas o destino não entrega assim tudo de mão beijada não.

Daniel e Natasha moram em NY ele filho de imigrantes coreanos e ela de imigrantes jamaicanos,o encanto dos dois é mútuo,apesar de que algo está prestes a acontecer,Tasha e sua família irão ser deportados,mas ela não informa isso até um certo ponto na estória,Daniel está prestes a ter a entrevista mais importante de sua vida e possível carreira, entrar para a faculdade de medicina,o sonho de seus pais.
Não é isso que ele quer para sua vida,na verdade ele fica um pouco perdido mas ama escrever poemas e um dia ser poeta,tem um irmão pé no saco de quem não se dar tão bem assim,e assim Daniel passa quase todo o livro nesse dilema sobre se vale a pena perseguir seus sonhos ou seguir o sonhos de seus pais.

Os sonhos de Natasha também são mudados com sua deportação por uma imprudência de seu pai,no entanto ela corre atrás de conseguir uma maneira de adiar ou anular essa deportação e com a ajuda de Daniel ela se entrega um pouco a essa amizade e possível primeiro amor. Mas nem tudo são flores e eles passam por situações de encontros e desencontros e encontros de novo sempre com uma ajudinha do destino.

Esse é o primeiro livro da autora que leio,tenho outro livro dela aqui que ainda não li (que recente irá para as telonas) mas que está sendo comentado e de uma maneira bem positiva e quando surgiu a oportunidade de realizar essa leitura de O Sol Também é uma Estrela fui com muita expectativa,o que foi um tanto errado da minha parte e acabei me decepcionando um pouco,a estória não é ruim e também não é um dramalhão digno de novela mexicana,talvez um pouquinho... a autora tinha a faca e o queijo na mão mas pecou em alguns aspectos,o foco principal aqui foi só a Natasha e nos seus esforços para impedir a deportação de sua família e o Daniel ficou um pouco de lado.

Capítulos curtinhos,leitura fluída que em dois dias dá pra ler rapidinho,mas por ter mais foco na Natasha em algumas partes ficou um pouco cansativo,só achei que a família de Daniel poderia ter sido um pouco mais explorado. O final me pegou de surpresa não esperava por aquilo maaaas mais uma vez entra aí aquela coisinha chamado "Destino". Pra quem gosta desse tipo de leitura,é uma ótima indicação,e pra quem não gosta muito mas pintou aquela curiosidade básica (o que foi meu caso) não vão com muita sede ao pote.

20 abril 2017

Resenha - Irmãos de Sangue - Trilogia A Sina dos Sete # 1 - Nora Roberts

Titulo: Irmãos de Sangue - Trilogia A Sina dos Sete # 1
Autor: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 288
Classificação: 4/5

A misteriosa Pedra Pagã sempre foi um local proibido na floresta Hawkins. Por isso mesmo, é o lugar ideal para três garotos de 10 anos acamparem escondidos e firmarem um pacto de irmandade.O que Caleb,Fox e Gage não imaginavam é que ganhariam poderes sobrenaturais e libertariam uma força demoníaca.

Desde então, a cada sete anos, a partir do sétimo dia do sétimo mês, acontecimentos estranhos ocorrem em Hawkins Hollow. No período de uma semana, famílias são destruídas e amigos se voltam uns contra os outros em meio a um inferno na Terra.

Vinte e um anos depois do pacto, a repórter Quinn Black chega à cidade para pesquisar sobre o estranho fenômeno e, com sua aguçada sensibilidade, logo sente o mal que vive ali. À medida que o tempo passa,Caleb e ela veem seus destinos se unirem por um desejo incontrolável enquanto percebem a agitação das trevas crescer com o potencial de destruir a cidade.

Em Irmãos de Sangue, Nora Roberts mostra uma nova faceta como escritora, dando início a uma trilogia arrebatadora em que o amor é a força necessária para vencer os sombrios obstáculos de um lugar dominado pelo mal.


Caleb,Fox e Gage se meteram em uma enrascada quando crianças comemorando seu 10 aniversário,amigos desde sempre pois os três nasceram no mesmo dia e na mesma hora,eles logo criaram uma conexão de irmãos e ao firmar esse pacto de irmãos de sangue eles libertaram uma força demoníaca ,desde então coisas terríveis acontecem na cidade,mas até então eles ainda não conseguiram destruir essa coisa definitivamente.

Tudo começa a mudar quando uma escritora aparece na cidade para entrevistar Caleb e todos os envolvidos sobre esse estranho fenômeno que acontece em determinada época do ano,só que com a chegada de Quinn coisas estranhas começam a acontecer com ela e com os três,principalmente com a chegada de mais duas pessoas que até então não sabiam da existência da cidade. 
Qual a ligação entre os três e essas três mulheres desconhecidas? Porque os fenômenos começaram antes do tempo? Bom algumas dessas perguntas ficamos conhecendo em Irmãos de Sangue e já desesperada pelo próximo livro da trilogia pra ter mais respostas as minhas perguntas :)

Já estava com saudades de mais estórias da divonica da Nora Roberts,e assim como eu esperava esse livro não deixou a desejar. Comecei a leitura com bastante expectativa e ainda bem que não me decepcionei,leitura super tranquila,fluída e rápida,algumas coisas ficamos sabendo logo nesse livro mas a única coisa que me incomodou um pouco foi o "relacionamento" do Caleb e Quinn que em algumas partes foi bem chatinho. 

Caleb é aquele típico cara de cidadezinha pequena que mora um pouco afastado da cidade e toma conta dos negócios da família, e bem pacato mesmo,Quinn é ligada no 220,não para,apesar de ter curtido bastante sei que esse ainda não é meu preferido e estou ansiosa pelo livro do Fox ^^

Achei a premissa dessa trilogia bem semelhante com uma serie escrita por ela lançada pela Arqueiro em 2015, a trilogia Primos O'Dwyer, três homens,três mulheres,magia,forças demoníacas,bem e o mal. Como gosto muito de livros assim não me incomodou. Trilogias super recomendadas!!!

11 abril 2017

Resenha - Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith # 1 - Julia Quinn

Titulo: Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith # 1
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 272
Classificação: 4/5

 Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. 
Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido.
 

Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida.
 

Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado.
 

Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família.
Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente.

                                                                  ----//----

Marcus e Honoria se conhecem desde crianças e por ser o melhor amigo do irmão de Honoria,Marcus praticamente cresceu na casa dos Smythe-Smith e desde essa época sem que os dois percebessem eles nutriam algum sentimento um pelo outro.
Com o passar dos anos cada um seguiu seu caminho,e em um certo dia Marcus Vê Honoria em apuros e lhe oferece ajuda,e desde então ele não saiu mais de sua vida.

Marcus sabendo que Honoria está em mais uma temporada em busca de um marido fica bem esperto e cuida para que não haja nada mal sucedido e a pedido de seu melhor amigo ele cuida com afinco para que nada de ruim aconteça a Honoria. 
E junto com a temporada vem o famoso musical dos Smythe-Smith,o que provoca arrepio em Marcus e em toda a Londres e mesmo sem querer admitir tanto em Honoria também, pois ela está bem ciente de que não só ela toca mal mas como todas que compõem o quarteto.

Enquanto esse dia não chega,os Smythe-Smith, e alguns convidados vão passar algumas semanas no campo antes da temporada caça-maridos começar,Honoria ficou de olho em Gregory Bridgerton e arquiteta um plano para atraí-lo e mal sabe ela que outra pessoa irá cai em sua armadilha.
Por um deslize de Honoria ela e Marcus acabam sofrendo um pequeno acidente que acaba com Marcus pegando uma forte gripe e uma infecção.Sem ter ninguém que cuide dele Honoria e sua mãe partem para a mansão de Marcus a fim de cuidar de sua saúde fragilizada. E a partir daí a vida de ambos mudam por completo.

Fiquei tão feliz quando a Arqueiro publicou mais livrinhos dessa DIVA baphonica que nem tenho palavras pra descrever só sentir.O livro conta a estória de Marcus e Honoria,duas pessoas tão diferentes mas ao mesmo tempo tão iguais.
Ele nunca teve uma família pra chamar de sua e Daniel seu melhor amigo de escola e do resto de sua vida e toda sua família o acolheram de braços abertos e Honoria que quando criança era uma pentelha se tornou uma pessoa amável e centrada.

Adorei todos os personagens,uns mais que outros (quem nunca né?! ^^),a leitura fluí com rapidez e você acaba que se imaginando dentro da estória. Apesar de ter adorado esse 1 livro sinto que ele ainda não é meu favorito,mas nem por isso deixei de gostar dele como um todo.Mal posso esperar pra ler o próximo ^^.
 

17 março 2017

Resenha - A Rainha das Trevas - Trilogia As Joias Negras # 3 - Anne Bishop

Titulo: A Rainha das Trevas - Joias Negras 3
Autor: Anne Bishop
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 512
Classificação: 4/5

Incapazes de atingir Jaenelle, a jovem Rainha, os membros corruptos dos Sangue fazem um jogo perverso de diplomacia e mentira, procurando destruir aqueles que sempre deram tudo por ela e revertem as culpas para o seu tutor, Saetan, que passa a ser visto como a maior das ameaças ao poder instituído. 
Com Jaenelle como Rainha, a chacina do povo e a profanação das terras irá terminar. Porém, onde se fechou uma porta poderá abrir-se uma janela e mesmo que Jaenelle possa contar com os seus aliados, talvez não seja suficiente: só um terrível sacrifício poderá salvar o coração de Kaeleer.Neste último livro teremos o desfecho dessa rainha tão amada por uns e odiada por outros.


Jaenelle finalmente terá sua corte completa com a chegada de Daemon seu futuro consorte que por artimanhas dos inimigos de Jaenelle e um mal entendido Daemon achou que ela estivesse morta e ficaram separados por longos 8 anos.

Não será fácil pra nenhum dos dois  esse reencontro e dado pelo que eles passaram,cada um resolveu seguir com cautela pra não machucar um ao outro. Com isso é claro,eles tiveram ajuda de toda a família e amigos que os acolheu. E por estar em um novo território Daemon estranha um pouco as regras da corte,pois passou a maior parte da vida sendo prisioneiro e escravo sexual de Dorothea inimiga declarada de Jaenelle e Saetan e demorou um pouco pra se acostumar com essa nova vida que ele pensou nunca mais ter. 
Enquanto isso Daemon recebe treinamento de seu meio irmão Lucivar ambos filho de Saetan o senhor supremo e guardião do inferno.

Jaenelle por sua vez como Rainha e feiticeira tem novos desafios pra enfrentar e isso inclui uma guerra em que muitos perderão a vida e como rainha ela tenta a todo custo proteger seu reino e as pessoas que ama,mesmo que para isso aja algum sacrifício. Enquanto isso sua família verdadeira tentará a todo custo levar Jaenelle de volta sem sucesso (claro!).

Aos poucos Jaenelle e Daemon vão se entendendo como deve ser e como consorte ele fará tudo que ela pedir e tiver ao seu alcance.Quando começam os ataques enredado por Dorothea e sua irmã Rekatah contra Kaeleer pra tentar destruir Saetan,Daemon e Lucivar e assim tomar o poder da grande rainha e feiticeira,Jaenelle põe em prática seu plano sem revelar a ninguém suas reais intenções e isso causará uma grande destruição.

Três anos de espera,sim minha gente tive que esperar 3 longos anos pra enfim poder ler o final dessa estória. E só tenho a agradecer a Arqueiro por lançar esse último livro.Pra quem não sabe os dois primeiros livros foram lançados pela Arqueiro com o selo da Saída de Emergência  mas por algum motivo que desconheço essa parceria foi quebrada e o terceiro livro que era pra ter sido lançado na época ficou parado e quando no inicio do ano fiquei sabendo que a Arqueiro ia lançar A Rainha das Trevas gritei que nem uma louca de tanta felicidade.

Que saudades eu tava de Jaenelle e sua prole,das malcriações,dos personagens antigos e muito bom conhecer também novos personagens!! Se você gosta desse gênero super indico essa trilogia pois é mais voltada para adultos,por conter conteúdo mais forte e uma linguagem mais pesada. Nesse último Jaenelle está adulta e mais centrada na sua missão pois Kaeleer depende dela,e a interação  entre os personagens continua,dei ótimas gargalhadas com alguns personagens principalmente com Presa Cinza e Daemon com Kaelas!! E pra vocês conhecerem um pouco mais de todos os personagens que citei e de outros que estão nesse livro maravilhoso vão ter que ler!!!

Com relação a diagramação,graças aos céus que a editora não mudou o estilo das capas anteriores,a única coisa que me incomodou um pouco foi o tamanho dos capítulos,que algumas vezes ficava um pouco cansativo mas que não influência em terminar a leitura e alguns errinhos nas palavras,letras faltando e trocadas também.
Como já disse antes AMO essa trilogia mas que último paragrafo foi aquele?? Não acreditei que a estória terminou assim e paaah acabou!! Ficou algumas coisas faltando pra mim,tem que ter outro livro..hahahahaha....

Conheça um pouco mais dos outros livros!!

   

O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influencidade e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais - sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável.



Há 700 anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súditos, uma profetisa viu na sua teia de sonhos e visões a chegada de uma poderosa Rainha. Jaenelle é essa Rainha. Mas mesmo a proteção dos Senhores da Guerra não impediu que os seus inimigos quase a destruíssem. Agora é necessário protegê-la até as últimas consequências.
Três homens estão dispostos a dar a vida por Jaenelle. Mas há quem seja capaz de tudo para controlar ou destruir a Rainha. Conseguirá ela cumprir seu destino como detentora do maior poder que o mundo já conheceu?



E aí me contem,alguém já leu? Gostou? Eu simplesmente AMO essa trilogia!!!